CHINA

 

Capital: Beijing

 

Idioma: Mandarim

 

Moeda: Yuan ou Renminbi

 

COSTUMES DA CHINA

CULINÁRIA
A culinária chinesa é uma das mais ricas e variadas do mundo. Por várias dinastias, diferentes tipos de pratos eram criados de acordo com cada região. Por ser um país muito extenso e com diferentes climas a culinária chinesa sofre muita influência da natureza, do clima, dos recursos naturais e especialidades de cada área. Os chineses consideram ter uma faca na mesa como ato bárbaro, por isso a maior parte da comida é preparada em pedaços menores, prontos para serem pegos e levados diretamente à boca. Diferente da culinária ocidental, onde a proteína de carne é o principal, os ingredientes mais importantes na cozinha chinesa são os carboidratos como arroz e talharim. A culinária chinesa, com seus múltiplos sabores, às vezes leves, exóticos, delicados, apimentados, agridoces, aromáticos fazem da gastronomia chinesa, há milhares de anos, uma das mais apreciadas do mundo.

 

RELIGIÃO
Na China não existe uma religião oficial, mas há uma grande influência de raízes filosóficas do confucionismo, taoísmo e budismo. No território chinês podemos encontrar também diversas tradições religiosas, muitas delas dissemelhantes. Podemos encontrar também uma grande veneração dos antepassados, o islamismo e outras crenças populares. O cristianismo, apesar de minoritário, não deixa, por isso, de ser uma religião de referência.

 

ARTES MARCIAIS

Alega-se que um monge indiano chamado Bodhidharma que viveu durante alguns anos no Templo Shaolin foi o precursor do ensinamento das artes marciais para os chineses. Atualmente, as artes marciais são praticadas no mundo todo e embora ainda tenham o seu caráter marcial, hoje em dia o seu desenvolvimento tem se voltado ao esporte de competição o que tem ajudado no crescimento da prática e maior aceitação por parte das pessoas. Cada técnica, movimento e treinamento representa algo mais profundo da natureza do homem e do universo. Filosóficamente mantém seus valores atemporais (justiça, ética, sabedoria,…) unidos ao aspecto marcial, deixando de ser apenas um conjunto de técnicas de combate. Quem trilha um caminho de valor, naturalmente se harmoniza com a vida e com o meio.

 

HORÓSCOPO CHINÊS
Não se sabe exatamente quando se originou os signos dos animais. Sabe-se que desde a China antiga a vida era regulada através das fases da lua. Existem 12 animais no horóscopo chinês que são regidos por um dos cinco elementos: metal, água, fogo, terra e madeira. A presença desses elementos com as características de cada animal regem nossas vidas de acordo com o ano de nascimento de cada indivíduo. O signo se repete a cada período de 12 anos.
Os 12 animais:
Rato, tigre, dragão, cavalo, macaco, cachorro, búfalo, gato, serpente, cabra, galo e porco.
Característica de cada elemento:
Metal – perseverança, resistência, capacidade de decisão, inflexibilidade, auto-suficiência, autoconfiança e obstinação
Água – intuição, flexibilidade, inconstância, passividade, dependência e capacidade de persuasão.
Madeira – senso de ética e moral, autoconfiança, expansividade, cooperativismo, capacidade de execução, espírito progressivo, generosidade e ganância.
Fogo – liderança, resolução, agressividade, otimismo, criatividade, realização, ambição, impaciência e expansividade.
Terra – praticidade, objetividade, organização, planejamento, prudência e conservadorismo.
A filosofia chinesa do yin (negativo) e yang (positivo) também está presente nessa astrologia.
Yang (Rato, Tigre, Dragão, Cavalo, Macaco e Cachorro): mais agressivos, ativos, realizadores e inovadores.
Yin (Búfalo, Gato, Serpente, Cabra, Galo e Porco): mais passivos, reflexivos e intuitivos.

 

CALIGRAFIA CHINESA
Os chineses são reconhecidos por formar uma das escritas mais antigas do mundo. A caligrafia chinesa formada por ideogramas, é a primeira forma de arte chinesa, comparada inclusive com a pintura. Os diferentes estilos podem se dividir em símbolos imitativos, símbolos indicativos, composição fonética, combinação lógica, reciprocidade de expressão e palavras emprestadas.

 

HONG KONG (tão diferente que merece um capítulo à parte).
Localizado na parte leste do continente asiático, no hemisfério norte, cercado pelo Sul do Mar da China e fazendo divisa com a província chinesa de Guanddong. Arquipélago de mais de 260 ilhas que totaliza 1.104 Km² de extensão tem cerca de 7 milhões de habitantes. Depois de 155 anos como colônia britânica, Hong Kong foi devolvido amigavelmente para a República Popular da China em 1997, mas desta data por 50 anos seguintes, terá administração independente como Special Administrative Region, assim como Macau. Resultado de muitos anos como colônia britânica, o país tem 2 idiomas oficiais: chinês e o inglês, sendo a maioria da população bilíngüe. A parte principal do país é a península de Kowloon, extensão territorial da China, e interligado por pontes e túneis com as ilhas de Hong Kong e Lantau. Uma das principais características do país é o seu grande poder de captação de investidores da área financeira, que se traduz na ostentação de luxuosas edificações de bancos e empresas desta área. O clima subtropical propicia visitas praticamente o ano todo, mas o inverno já se apresenta com dias frios diferente de seus vizinhos mais ao sul do continente asiático.
Sua moeda corrente é o Hong Kong Dollar.
PENÍNSULA KOWLOON: Centro comercial, com vista espetacular para a Ilha de Hong Kong e Vitoria Harbour.
ILHA DE HONG KONG: A parte voltada para a Península Kowloon é o centro financeiro, e a outra ao mar aberto para lazer.
ILHA DE LANTAU: Ilha onde está o aeroporto Hong Kong International. E também o Hong Kong Disneyland.

© 2018 Hirotur Agência de Viagens
(11) 3207-5352
Rua Galvão Bueno, nº 412 – Cj. 69
Liberdade São Paulo/SP 01506-000